NOTÍCIAS | Publicado em 01/06/2017 10:52:39    
Governo começa a executar projeto de R$ 50 milhões no Hospital Regional

O Governo de Mato Grosso do Sul começa a tirar do papel projeto de reestruturação do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), cuja previsão total de investimento é de pelo menos R$ 50 milhões. As primeiras obras serão de reformas da fachada do hospital e no setor de quimioterapia, cujas licitações dos projetos executivos foram anunciadas no Diário Oficial do Estado.

Antes de contratar uma empreiteira para realizar a obra, o Executivo Estadual licita empresa para fazer o projeto executivo. O preço da proposta da reforma da fachada será R$ 31,4 mil e para o setor de quimioterapia R$ 54,7 mil. A partir da elaboração dos projetos é que o governo saberá quando vai gastar com a execução da reforma.

Ainda não há previsão de quando a obra começará, segundo a assessoria de comunicação da SED (Secretaria de Estado de Educação). Conforme o edital de lançamento da licitação, as propostas serão abertas em 8 de junho de 2017, a partir das 10 horas. "Contratação de empresa jurídica para elaboração de projetos de arquitetura e complementares".

Além das reformas, o Hospital ainda construirá um setor de ortopedia, conforme já tinha anunciado a secretaria de Saúde. A unidade médica de reabilitação será construída no estacionamento do HR e prevê investimento de R$ 50 milhões.

O objetivo é ampliar o atendimento a uma área que abrange vítimas de acidentes de trânsito, o que atualmente afoga a ortopedia da Santa Casa de Campo Grande.

Segundo a secretaria, ainda não há prazo para iniciar a construção do novo setor, já que a ideia ainda está em fase de projeto. Anteriormente, o próprio titular da pasta, Nelson Tavares, havia dito que não sabia se o governo conseguirá finalizar a ampliação até o fim da atual gestão estadual.

 

Fonte: Campo Grande News

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus





Rua Visconde de Taunay, 345 | B. Amambaí | CEP: 79008-030 | (67) 3316-6600
cgu@cgucg.com.br | Campo Grande/MS |Brasil